13 de julho de 2017

TOP | Rock my life


Hoje é o dia mundial do Rock. E, como fã incondicional do género, não podia deixar passar. Na impossibilidade de escolher uma única música de rock preferida, decidi criar um top com algumas das minhas músicas preferidas de rock.


1. "Homem do Leme - Xutos & Pontapés
Xutos são "A" banda. A que oiço há mais tempo, desde que me lembro. Os dois melhores concertos a que fui, foram deles. É amor incondicional. E é impossível eleger uma música deles."Homem do Leme" Sempre foi das que gostei mais. É aquela que dá garra, força para enfrentar o horizonte. Fala do mar... De todas, só podia ser esta. Se bem que "Para ti, Maria" será sempre especial, por motivos alheios à música...

2. "Lisboa" - Tara Perdida
Os Tara são, a par dos Xutos, das bandas que sigo há bastante tempo. Há 2 anos que vi-os ao vivo, já sem o grande Ribas, e com o Afonso na voz (também enorme, fantástico). Mais uma vez, é muito difícil escolher uma só música. "Lisboa", porque é das mais antigas e vou sempre preferir os clássicos. Foi a que mais gostei de ouvir no concerto. É a música do meu despertador. "Lisboa" tem uma versão do Ribas com o Tim. No último concerto dos Xutos no Coliseu, cantaram esta música, em homenagem ao antigo vocalista dos Tara. Foi arrepiante e deixou-me de lágrimas nos olhos (sim, consigo ser sensível).
Nota: "Batata Frita Pala-pala", também é uma canção que aprecio bastante e com muito sentido =)

3. "Mata-me Outra Vez" - Ornatos Violeta
Falar de Rock, fazer uma lista de músicas do género, não é possível sem referir Ornatos. Ou generalizando, de Manuel Cruz. Para mim, dos melhores cantores e compositores - para não dizer "o melhor" - do país. "Mata-me Outra Vez", porque é das minhas preferidas, apesar da dificuldade em escolher só uma. Manuel Cruz é um artista, toda a sua obra é arte, e a arte não se reparte.

4. "Train Station" - Plane Ticket
Plane Ticket. Deverão questionar-se sobre que banda é esta. É normal. Mas não deveria ser. Assisti a um concerto dos Plane Ticket em 2013, e fiquei fã na hora. Mesmo sem estar muito atenta à atuação. Esta banda é da minha zona, Torres Vedras, e é das melhores do país. E se faço um top sobre rock, têm de cá estar. Oiçam. Vale a pena. "Train Station" é a minha canção preferida desta banda. Sem razão específica. Tem uma sonoridade muito "WOW". Não sei explicar, é mesmo bonita, singular, perfeita. Inconscientemente, talvez porque ando muito de comboio.

5. "O Corpo" - Alice
Gosto da sonoridade; da batida que me faz mexer, abanar a cabeça, sentir; da letra, da voz. Gosto de tudo. Os Alice são, também, uma banda menos falada a nível comercial, mas têm muito talento. Descobri-os meio por acaso. E há acasos muito felizes, porque são das minhas bandas portuguesas de eleição. Oiçam. Desfrutem.

6. "Basket Case" - Green Day
Adoro Green Day. Desde há muito tempo. Todas as músicas. A canção 'número 1' não foi díficil de escolher. ´Se me pedissem a 'numero 2' já seria complicado. "Basket Case" foi das primeiras músicas com que comecei a ouvir e apreciar a banda. Também é das 'old school'. É das minhas canções de eleição, porque, apesar da sonoridade me encantar, tem coincidências (maioritariamente) felizes, com a minha vida. Foi lançada em 1994, mas grava no anos antes - o 'meu' ano. É uma das músicas que associo aos tempos de secundário. A história por trás da letra e origem do "Basket Case" tem a ver com uma fase da vida do Billie Joe Armstrong, pela qual também passeia algo do género (esta é a parte menos feliz).

7. "(I Can't Get No) Satisfation - The Rolling Stones
Stones é Stones. Nada a acrescentar. Só o facto de ter um pai com muito bom gosto musical, que me deu a conhecer o melhor dos melhores anos da música, 70' e 80'. Quando se fala da 'nata da nata', a banda de Mick Jagger está lá. "(I Can't Get No) Satisfation" é electrizante, viciante. Do melhor que o mundo já ouviu.

8. "Come As You Are" - Nirvana
O que dizer? Eu amo esta música. O mundo ama esta música. Lançada em 1992, foi o maior sucesso da banda de Kurt Cobain. Os rapazes queriam ser como ele, as raparigas queriam alguém como ele. Eu queria que ele não tivesse mesmo a arma, e continuasse entre nós, para o poder ver atuar. Mais uma canção saída dos anos 90. Os clássicos são muito a minha onda.

9. "Sweet Chilf O' Mine - Guns N' Roses
Mais um clássico. A nível internacional, prefiro as músicas e os artistas mais antigos. Intemporais. Geniais. Guns são inigualáveis, mágicos. "Sweet Child O' Mine" é daquelas músicas que prendem. É especial. Os acordes da guitarra tornam-na única e vibrante. Sobre a letra, é só mais um canção de amor de Axel Rose para a sua namorada. A mim, alguns versos fazem-me lembrar a minha irmã. Acho ser a razão do meu carinho por esta canção.

10. "Share With Me The Sun" - Portugal The Man
Por fim, mas nada menos importante, uma música mais alternativa. Portugal The Man são mais uma das minhas bandas de eleição. Foi amor à primeira música. Não foi esta a primeira música. "Share With Me The Sun" tem uma melodia que me faz voar, assim como a voz peculiar. Mais que a letra é mesmo a música. E é das que mais oiço quando estou a ler. Começou por ser coincidência, sempre que ligava a playlist em aleatório para ler um livro de Daniel Silva, dava Portugal The Man, e sempre esta. Depois comecei a apreciar ler a ouvir as suas músicas. Em especial esta. De certa forma, leva-me para outro lado, para outra dimensão

Este post está um bocado extenso, e só tem 10 músicas de tantas e tantas que habitam no meu coração. Se fosse falar de todas, não saía daqui tão depressa. Dividi em nacional e internacional. A ordem foi aleatória, porque não consigo sequer estabelecer prioridades. Falamos de Rock. É dos grandes amores minha vida. Rock clássico. Indie Rock. Rock alterntivo. Punk Rock... Rock dos anos 70, 80, 90. Rock do século XXI. Dêem-me Rock que eu fico feliz.


Marisa

Sem comentários:

Enviar um comentário