31 de maio de 2017

Conta-te Poesia

Shiu.
Não digas nada
Vem e abraça-me
Aperta-me com força
Liberta desta dor,
deste peso de ser tanto
todos os dias
e não ser nada em particular.

Quero ser apenas a liberdade
Da minha plenitude
Sem medir qualquer atitude

Quero viver de verdade
Entre os teus braços,
Meu espaço

Calma da minha agonia
Nirvana de final do dia,
Chegar a casa e te abraçar
Esquecer o mundo,
Amar



Marisa

Sem comentários:

Enviar um comentário