18 de fevereiro de 2017

Sempre meu

É para ti que corro à procura da tua força. É por ti que, por muito bom que seja partir, quero sempre regressar. Para a tua beira, para te sentir, para olhar, para ouvir, para te respirar. Tu que puseste à prova os grandes, e que, mesmo depois de conquistado, continuas imponente e temeroso. E é a tua força que busco para continuar a enfrentar os desafios da vida, e é a tua harmonia que procuro para ter paz. Porque serás sempre meu. Porque serás sempre o símbolo da minha casa, da minha origem, do meu eu.

3 comentários: