26 de julho de 2016

Neura

O sol não se dignou a aparecer hoje. Salvo a meia hora em que meio raio de si ultrapassou o nevoeiro. E isso é insignificante depois de ter passado meia hora ao telefone com os senhores da operadora móvel que se gaba de ter o "melhor do mundo", com o fim de perceber as alternativas ao meu pacote. Dessa meia hora 15 minutos, pelo menos foram entre esperas, passagem de linha e mais esperas. O que é que me ofereçam?! Nada. Ok ofereçam qualquer coisa, mas nada em concreto e nada do que pedi. Porque mesmo repetindo três ou quatro vezes que queria saber quais os pacotes que tinha DIFERENTES do meu actual, eles não me disseram mais do que o preço do meu pacote só que com menos telemóveis associados. Se era para subtrair oito euros e qualquer coisa, eu teria feito isso sozinha. Resumindo perdi mais de meia hora do meo dia com um telemóvel colado ao ouvido (coisa que odeio), a ouvir alguém que não sabia explicar nada e que dizia trinta mil palavras por segundo com um tom super bruto. Das duas uma, ou era a mesma pessoas que me ligou para "oferecer" não sei o quê se eu pagasse mais não sei quanto há pouco tempo, ou o factor essencial para se ser assistente telefónico da operadora é falar rápido para que os clientes não percebam o que é que estão a oferecer/cobrar ao certo e ser-se bruto. Adoro. Assim como adoro o facto de alterações de contrato só se poderem fazer por telefone e não pessoalmente, nas lojas.

Vá nem posso ser muito má que, mesmo sem pedir, os senhores que têm o "melhor do mundo" ofereceram-me uma enorme de uma puta de uma dor de cabeça. Sem pagar nada! Ah espera, tive que pagar o raio da chamada, que não só valeu-me de muito pouco, como também metade dela foi a ouvir música. Fantástico! Só que não. Idem lixar-vos e enfiar fidelizações enormes num sítio que eu cá sei! Siiiiiiiiiiiiim.

Marisa

Sem comentários:

Enviar um comentário