7 de julho de 2016

Mar

Encontrado num recanto da vila de Santa Cruz...



"De todos os cantos do mundo
Amo com um amor mais forte e mais profundo
Aquela praia extasiada e nua,
Onde me uni ao mar, ao vento e à lua.

Cheiro a terra as árvores e o cego
Que a Primavera enche de perfumes
Mas neles só quero e procuro
A selvagem exalação das ondas
Subindo para os astros como um grito puro"

Mar, Sophia de Mello Breyner Andersen

2 comentários:

  1. Ah, então és de Santa Cruz. Suspeitava, mas não tinha a certeza. Quando falate em micro-clima, a suspeita adensou-se. We're close :P

    ResponderEliminar
  2. Não sou. Mas é um sítio que gosto muito

    ResponderEliminar