18 de junho de 2016

Uma dose de organização

Quarto (e não só) limpo e arrumado. Qb, que se o meu quarto estiver todo limpinho, arrumadinho, organizadinho e muitos inhos é sinal que eu estou mesmo piradinha. Mas já está tudo minimamente em ordem. E eu também já começo a alinhar-me.

Depois de arrumações e limpezas, consegui passar um bom bocado a ler. Peguei em três livros, As Bailarinas Mortas e Eu e o Sr. Freud, já começados há demasiado tempo e as Cinquenta Sombras Mais Negras, que estava praticamente esquecido no fundo do roupeiro, há quase um ano quando o comecei a ler. Comecei com o Eu e o Sr. Freud. Excelente opção para pensar na vida enquanto se lê um bom livro, muito bem escrito e idealizado. Depois passei para o quase esquecido Cinquenta Sombras. Sexo, gente perturbada da cabeça e mais sexo, e mais sexo, mas alguma coisa diferente e leve do que tenho lido ultimamente.


Ultimamente não tenho dedicado muito tempo aos livros. Mais ao de português. De quando em vez dava um espreitadela ao As bailarinas mortas. Muita coisa a acontecer em sítios diferentes e muitas ideias opostas narradas aleatoriamente. Não é o livro mais fácil de ler, mas envolve-me de certa forma. Um dia hei de acabá-lo. Gosto de ler mais do que um livro ao mesmo tempo. Um mais complexo e outro mais leve, de preferência, para equilibrar as coisas. E ainda por cima, há estudos que dizem que ler mais que um livro ao mesmo tempo faz bem ao cérebro. Treina a memória e a concentração. (Talvez faça uma pesquisa mais aprofundada sobre isso, e partilhe aqui... vou pensar nisso, que dizem?)

Voltando aos meus livros. Estar umas horas sozinha no meio das palavras soube pela vida. Fez-me muito bem. Ler ajuda e muito a descontrair e descansar o cérebro. É sempre uma excelente terapia. Depois das minhas leituras de sábado à tarde, sinto-me revitalizada.




Marisa

2 comentários:

  1. Eu nem tenho tempo para ler algo que não seja da faculdade! xD Mas nas férias ponho as leituras em dia!

    R: Obrigada ^^ *

    ResponderEliminar