9 de junho de 2016

Um bicho estranho chamado ansiedade

Em continuação do post anterior

Se continuar assim, é desta que engordo. O que vela é que estou a trabalhar hoje e tenho muita coisa para arrumar e sem grande tempo para estar parada a comer. Caso contrário ia para ao hospital por excesso de açúcar e talvez dos meus "comprimidos sos". Com a camada de raiva era capaz de abusar na dose e tornar-me viciada em calmantes em forma de recheio de um bolo qualquer que me aparecesse à frente. Raiva! Não é tristeza, não é medo, não é stress, não é nervos, é mesmo raiva, uma raiva que me tira de mim e cheia de ansiedade. Raiva muita raiva.

Marisa

Sem comentários:

Enviar um comentário