3 de junho de 2016

Sabe tãããããããão bem

Nem vou fazer contas ao tempo em que já não nos víamos. É uma vergonha! Nós falamos muito, tem vezes que quase todos os dias. Ele sabe tanto de mim e eu sei coisas dele... Ele sabe que tem em mim alguém em quem poderá sempre confiar e eu sei que poderei sempre confiar nele, também. É um Amigo com A grande. "Amigo", essa palavra em que tenho vindo a desacreditar... mas o A teima em contrariar a questão e a dar sentido à palavra "amigo" - e ainda bem!

Hoje foi o dia! Foi hoje que (finalmente) conseguimos estar juntos. Soube a pouco, sabe sempre a pouco, mas, ao mesmo tempo, sabe tão bem. Umas horinhas para matar saudades, com cinema no meio, ainda por cima. E mesmo numa altura em que eu estava a precisar de um velho e bom amigo ao meu lado. Um bom e velho amigo que não me fizesse pensar em passado nem futuro, apenas no momento exato em que estávamos.



Marisa

2 comentários:

  1. Ontem também estive com uma grande grande amiga que não via há séculos...e amei!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando se gosta muito de alguém e se está muito tempo sem ver essa pessoa, o "reencontro" tem sempre um toque de especial

      Eliminar