11 de maio de 2016

11.22.63

11.22.63 é uma mini série em que James Franco interpréta o papel de um professor de português que viaja no tempo, até 1960, para impedir o assassinato de Jonh F. Kennedy.


Gostava muito e sinto uma necessidade enorme de falar sobre ela, porque me proporcionou tantas emoções ao vê-la e tenho aquele final a remoer no pensamento há oito horas, mas não consigo. Não consigo expressar-me, porque aquilo mexeu mesmo comigo.

Num momento de indignação perante um acontecimento do último episódio, partilhei com quem me tinha recomendado a série e a resposta, acho que meio a sério meio a brincar, foi Vê e cala-te. Essa série é uma obra de arte

Quase que não era preciso dizer mais. Ele disse tudo. Uma obra de arte. Uma obra de arte, o tanas, um sofrimento pegado foi o que foi. Já não ficava acordada agarrada a algo até às duas da manhã há um tempo, e passei a última meia hora com uma lágrima ao canto do olho. 

Marisa  

9 comentários:

  1. Vi está série por ser inspirada num livro de Stephen King. Adorei-a desde o primeiro momento, embora tenha uma final para mim, de partir o coração.
    É uma série arrebatadora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquele final desarmou-me e eu já estava à espera de algo do género, mas a última cena...

      Eliminar
  2. Ai, eu que nem tinha assim muito interesse nela, agora fiquei super curiosa!
    nem mais nem menos | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não ligo muito a séries e esta adorei

      Eliminar
  3. Já me tinham falado dela mas achei que pudesse não ser muito interessante. Que ia ser mais para o aborrecido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada aborrecida. Muito interessante e envolvente

      Eliminar
  4. Já me tinham falado dela mas achei que pudesse não ser muito interessante. Que ia ser mais para o aborrecido.

    ResponderEliminar