13 de março de 2016

Um bicho estranho chamado ansiedade

Tudo muda. Não há nada que se possa controlar na totalidade. Por mais que queira manter o controlo do que me rodeia há sempre algo que escapa. Tudo na vida é água. Água da lágrima que cai vinda de uma gargalhada ou de uma dor. Água que desaparece por entre os dedos mesmo que estejam bem fechados.

Marisa 

3 comentários: