26 de janeiro de 2016

Conta-te poesia

Cruzo palavras com sonhos,
Sentimentos com ambições,
Olhares com tesões

Não sei onde vou parar,
O que algum dia irei alcançar,
Como será a minha luta

Menina astuta
Mulher ingénua
Palavra bruta
Carícia terna

Sonhadora
Pragmática
Agitada
Estática

Escondida a um canto
Lembro todo um encanto
De um momento inexplicável
Desejo inolvidável
De um pecado santo



Marisa

Sem comentários:

Enviar um comentário