29 de agosto de 2015

Conta-te poesia

Aparece
Desaparece
Um vai e vem desenfreado
Parece que adora
Parece que esquece
Incompreensível
Desnorteado

O que pensa?
O que faço?
O que é?
O que não é?
O que foi?
O que nunca será?
Será que fico?
Será que desaparecerá?

Questões e mais questões
Vida feita de interrogações
Diz que o tempo responderá
Que só o futuro dirá

O tempo é relativo
O futuro imperativo



Marisa Maria

Sem comentários:

Enviar um comentário